quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Ausência

O número, de onde chegavam sms, era o mesmo
Mas, TU, não estavas…
 A casa para que voltava era a mesma
Mas, TU, não estavas…
A hora de jantar era a mesma
Mas, TU, não estavas…
A lua que se erguia no céu era a mesma
Mas, TU, não estavas…
A cama onde me aninhava era a mesma
Mas, TU, não estavas…
O sol que nascia era o mesmo
Mas, TU, não estavas…
A paisagem lá fora era a mesma
Mas, TU, não estavas…
O caminho para o trabalho era o mesmo
Mas, TU, não estavas…
O caminho de regresso a casa era o mesmo
Mas, TU, não estavas…
As responsabilidades eram as mesmas
Mas, TU, não estavas…
Os amigos eram os mesmos
Mas, TU, não estavas…
A família era a mesma
Mas, TU, não estavas…
O amor era o mesmo
Mas, TU, não estavas…

As certezas deixaram de ser as mesmas…
As preocupações deixaram de ser as mesmas…
EU deixei de ser a mesma…
E TU, onde estavas…?


Sofia Cardoso
30 de outubro de 2014

Sem comentários:

Enviar um comentário