domingo, 5 de outubro de 2014

Haja Amigos!

Há os amigos que nasceram comigo...
Há a amiga-vizinha-de-infância de uma vida inteira...
Há a amiga de infância que fazia (e faz!) sempre anos um dia à minha frente...
Há os amigos de infância com quem aprendi a ler/escrever/contar...
Há os primeiros amigos feitos no colégio...  
Há a amiga de criança com quem estabeleci um pacto/promessa...
Há a amiga de criança acelerada de mais para o gosto dos pais...
Há os amigos dos pais...
Há os amigos filhos dos amigos dos pais...
Há os amigos pais de amigos...
Há os amigos professores...
Há os amigos confessores...
Há o amigo que espalhava charme e beijos entre as amigas...
Há os amigos do ténis/gelados...
Há o amigo e padrinho...
Há os amigos, amigos do meu irmão...
Há os amigos do irmão, irmãos de amigas minhas...
Há os amigos irmãos de amigos...
Há os amigos que podiam ter sido mais do que amigos...
Há as amigas dos longos telefonemas depois das aulas...
Há as amigas dos bilhetinhos durante as aulas...
Há as amigas em casa de quem dormia...
Há as amigas dos ataques de riso...
Há as amigas de ombro sempre disponível...
Há o amigo-companheiro de carteira durante 8 anos...
Há os amigos cuja companhia se prolongava pelas férias... 
Há os amigos dos Campinácios...
Há o amigo cromo que se transformou em 1º namorado...
Há as amigas piriquitas (e uma única Piry que vem já a seguir!)...
Há a amiga com quem trocava "livros" escritos...
Há as amigas das primeiras noitadas...
Há o amigo que veio pelo correio...
Há os amigos que saltaram do colégio para a faculdade...
Há os amigos que chegaram com a faculdade...
Há os amigos dos amigos da faculdade...
Há o amigo professor da faculdade...
Há o amigo do amigo professor da faculdade...
Há os amigos das boleias...
Há os amigos do estudo...
Há o amigo dos jantarinhos...
Há os amigos que o tempo leva...
Há os amigos que vêm com a família...
Há o amigo por quem senti algo maior e com quem constitui família...
Há a amiga que o mel da lua colou...
Há os amigos que fazem parte do areal da praia que me adotou...
Há os amigos que as ondas do mar trazem à praia que adotei...
Há a amiga que me vem visitar todos os anos...
Há os amigos que casam com amigos...
Há os amigos do emprego...
Há a amiga do emprego que nem amiga queria ser e é hoje o meu aconchego...
Há os amigos alunos...
Há os amigos pais de alunos...
Há os amigos, amigos dos sogros...
Há as amigas que a cegonha trouxe...
Há os amigos cujos filhos são amigos...
Há amigos que surgem da escola dos filhos...
Há os amigos dos amigos...
Há a amiga LD do coração cuja amizade não tem descrição...
Há as amigas zumbásticas fantásticas...
Há as amizades que o gym exercitou...
Há a amiga ex-vice que nunca pensei que a minha "luz" atingisse...
Há o amigo que me leva a viajar sem sair de casa precisar...
Há o amigo cuja câmara voltou a eternizar a minha história...
Há os amigos que gostam da página «Só porque Sinto»...

Enfim, há amigos para guardar sempre no coração e na memória...

Se te revês nesta lista, não será por pura coincidência.
Será porque fazes parte da minha VIDA, da minha existência...

Obrigada pelos momentos partilhados...
Riso, choro, alegria, tristeza, ilusão, desilusão...
Tudo o que faz da vida... Emoção!
Sofia Cardoso
(Texto original de 20 de julho de 2011...
...em permanente atualização)

Sem comentários:

Enviar um comentário