sábado, 4 de julho de 2015

Obrigada!!!

Sabia que este dia chegaria e, inclusivamente, imaginei muitas vezes como seria.
Ao longo dos últimos anos, enquanto os outros aplaudia, pensava sempre: “qualquer dia, és tu…”
Pois, o “qualquer dia" chegou. É o hoje e o agora e, por mais que não goste de despedidas, esta não tem fuga possível, nem tão pouco a posso contornar, sem nada dizer, como habitualmente costumo fazer.
Sendo assim, resta-me encarar e aguentar-me e fazer esta viagem até ao fim.
Ainda ontem eras uma bebé de 9 meses, alegremente sentada no carrinho, alheia à cerimónia de lançamento da 1.ª pedra, lado a lado com o buraco na terra onde se iniciariam os alicerces da tua educação.
Daí até à inauguração, foi um saltinho e ali estavas tu, inesperada e privilegiadamente, ao colinho. Um “senhor colinho” que te ergueu do chão para que, com ele, cortasses a fita inaugural.
E eis que uma viagem emocionante, magnífica e relaxante, que pareceu fluir lentamente num lindo balão de ar quente, parece agora ter decorrido num avião a jato.
Assim, de repente, aí estás, finalista de cartola na cabeça, rodeada dos colegas e amigos que contigo foram crescendo e criando laços, fazendo com que também nós, mães, crescêssemos convosco e criássemos laços entre nós, agora sentadas, de lágrima no olho, orgulhosas do vosso percurso.
Atrás de vocês, corações de cores berrantes lembram os valores humanos que hoje urge berrar à sociedade. Valores que estão na base da vivência humana e na educação que começa em casa, reflete-se na escola e vinga pelas mãos de bons pais e bons educadores/professores, apoiados numa sólida e vasta equipa docente e não docente.
Todos contam e todos te viram crescer e contribuíram para que fosses feliz e sejas agora a menina grande que és por fora mas, principalmente, também por dentro.
Por isso, comovida, a todos agradeço. Tenho a certeza que vão sentir a tua falta porque sempre foste muito acarinhada. Sei que também tu vais sentir a falta de todos aqueles com que convivias tantas horas por dia...
No entanto, uma nova etapa vai começar e há que seguir o caminho sem temer, já que os amigos, uma vez no coração, ficam para a vida.
A vocês, em especial, queridas amigas Nini e Eni, um gigante agradecimento por serem as pessoas maravilhosas que são, por darem o vosso melhor, por não vestirem a camisola para a exibir mas por a assumirem de alma e coração, não apenas por cima da própria pele mas, por vezes, acima dela, mesmo quando ferida. Porque acreditam e agem em conformidade com os valores que fazem parte de vocês, que lhe passaram, a ela, à mana e a todas as crianças ao longo dos últimos 7 anos, e que hoje, numa apresentação tão bonita de final de ano, fizeram brilhar…
Muito, muito, muito obrigada a ambas e a todos os que fazem ou já fizeram parte da vossa equipa, por tudo o que deram nesta jornada.
Até já…

Sofia Cardoso
3 de julho de 2015

Sem comentários:

Enviar um comentário