quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Amor Incondicional?!

Há uns dias, perguntava-me uma amiga, inconformada, se não poderia existir amor incondicional. Se este não era possível…
Entendo… As pessoas não se conformam, não aceitam, aquilo em que não querem acreditar… Eu já aceitei.
Parei, fiz uma retrospetiva e voltei devagarinho ao presente e, olhando tudo à minha volta com atenção, parei novamente.
O amor incondicional existe… Até embater violentamente, com a mesma força com que até aí lutou, numa redoma de vidro que se fecha à volta de quem dele desiste.
Nesse momento, a dor do embate fá-lo deslizar, agonizante, vidro abaixo e ali ficar, caído, depois de nadar km sem nunca desistir, enfrentando todas as marés e, assim, morrendo na praia, terminando.
Aceitando que o amor incondicional existe, aceito também que não o aceitar seja opcional.
O que aceita e supera quase todas as condições, não supera, contudo, a condição de não ser aceite.


Sofia Cardoso
25 de fevereiro de 2015

3 comentários: